O Outro Lado do Paraíso: Sophia arma grande plano com Rato

Sophia conversa com Rato e bola plano em O Outro Lado do Paraíso(Foto: TV Globo)
Sophia conversa com Rato e bola plano em O Outro Lado do Paraíso(Foto: TV Globo)

Em O Outro Lado do Paraíso, a notícia de que pode haver esmeraldas ainda mais valiosas nas minas de Sophia (Marieta Severo) já está circulando entre os garimpeiros. E esse borburinho, claro, já preocupa a dona das terras. Assim, a mãe de Gael (Sergio Guizé) se antecipa e arma plano junto com seu homem de confiança, Rato (Cesar Ferrario), para ter um espião no garimpo em O Outro Lado do Paraíso.

“Esmeraldas que valem milhões! Eu preciso que fique de olho, Rato. Não confio em mais ninguém lá. Se descobrem uma esmeralda gigante são capazes de me roubar”, explica Sophia.

+ Mulheres dos apresentadores da Record foram eleitas as mais mal vestidas do casamento de Ticiane Pinheiro

“Todo mundo sabe que a senhora foi quem me botou lá dentro. Se forem esconder um tesouro, vão esconder primeiro de mim. Precisa de um espião”, sugere Rato. “Só tem um jeito. Endividar um deles. Costuma jogar?”, pergunta ela, confabulando em O Outro Lado do Paraíso.

SOPHIA REVELA GRANDE SEGREDO

A vilã Sophia (Marieta Severo) tem um passado tão sujo quanto as maldades que vem cometendo no presente na atual novela das nove O Outro Lado do Paraíso, exibida pela Globo em substituição A Força do Querer. Walcyr Carrasco é o autor do folhetim.

Juvenal e Estela se aproximam e romance começa a existir

De acordo com informações exclusivas do site do jornalista Daniel Castro, Sophia era garota de programa quando mais jovem e será Caetana (Laura Cardoso) quem revelará o passado sujo da ricaça. Elas se encontrarão, mas a madame fingirá que nem a conhece.

“Você! Como vai?”, perguntará a dona do bordel ao vê-la acompanhada de Larte (Raphael Vianna). “Desculpe, minha senhora, não nos conhecemos. Passar bem”, responderá a mãe de Gael (Sergio Guizé) fugindo de qualquer contato com a Caetana.

Laerte questionará Sophia, mas ela afirmará que foi confundida com outra pessoa e despistará, mas ele irá atrás da idosa e questionará mais sobre o passado da milionária. Caetana então lhe contará detalhes do que já aconteceu em outros tempos.

“Uma ingrata como tantas outras. Trabalhou comigo. Eu nunca esqueço um rosto. Era ela sim. Dela eu me lembro bem. Muito mais que as outras. Aquela lá? Cometeu um crime. Eu ajudei a acobertar. Mas foi ela sim. Tem crime nas costas. É criminosa”, revelará.

E seguirá contando: “Nem sei direito o que ele prometeu. Mas ela foi cobrar. E o home partiu dessa pra melhor. Não sei os pormenores. Mas ela era suspeita, a polícia veio atrás”. O rapaz insistirá em saber mais. “Ela me implorou ajuda de joelhos. Eu disse que ela tava comigo na hora do crime. Menti. Eu cuidava das minhas meninas. Mas a ingrata sumiu. Nunca mais vi. Agora aparece bem vestida, jeito de rica. Diz que não me conhece”, contará Caetana, indignada.

Laerte não acreditará de início, mas será mais uma vez contrariado pela senhora. “Nunca esqueço um rosto de menina que trabalhou comigo. Inda mais ela. Criminosa. Como eu ia esquecer? Tá mais velha. Mas é ela sim”, afirmará.

A partir daí é que o segurança começará a investigar a vida de Sophia com o intuito de chantageá-la. As cenas estão previstas para irem ao ar perto do Natal.

GAEL QUASE ESTUPRADO

Gael (Sérgio Guizé) passará por sofrimentos inimagináveis em sua estadia na prisão em O Outro Lado do Paraíso.

O rapaz será confundido com um estuprador, e por isso sofrerá com o ódio dos demais presos. Como se sabe, ele será preso após agredir Clara (Bianca Bin) em uma armação da moça para que ele fosse preso.

+ Duda revelará segredo do passado para comprar o bordel

O ricaço quase será estuprado na cela, além de surrado, obrigado a lavar chão, ficará sem comida e ainda não poderá usufruir de visita íntima quando Aura (Tainá Müller) despontar por lá, segundo informações da jornalista Carla Bittencourt.

Além disso, ele provará do próprio veneno. Após uma surra, o rapaz vai parar na enfermaria, mas é intimidado pelos presos a não contar o que aconteceu. Ao ser questionado pelo médico quem o bateu, Gael dispara: “Ninguém me bateu, doutor. Eu caí. Me machuquei sozinho”.

Trata-se do mesmo tipo de discurso que Clara era obrigada a falar. Mesmo ferido, Gael terá que fazer a faxina pesada a mando dos presos, que ainda jogam um balde de água suja nele. Em outra cena, o chefe da cela não deixa o rapaz fazer sexo com Aura. “Aqui quem diz o que pode e o que não pode sou eu. Estuprador não vai”, diz.

Curta o TV Foco no Facebook!


TV Foco

Compartilhar