Autoridades ignoram acusação de estupro de Paz de la Huerta

As autoridades de Manhattan, em Nova York, estão ignorando as afirmações da advogada da atriz Paz de la Huerta sobre a investigação de estupro de Harvey Weinstein. De la Huerta acusou o produtor de tê-la estuprado duas vezes em 2010. Weinstein já tinha dito anteriormente que ‘todas as acusações de sexo não consensual foram negadas’.

Na quinta-feira (30), a advogada da atriz, Carrie Goldberg, disse à rede de televisão CNN que o caso não progrediu apesar dos investigadores falarem que há evidências o suficiente para apresentar o caso a um juri.

Goldberg também disse que as autoridades conversaram com a atriz duas vezes e conseguiram diversas provas financeiras, telefônicas e terapêuticas, desde que esses estupros ocorreram, o que prova, supostamente, a veracidade de sua acusação.

“O caso está parado”, Goldberg reclamou. “É um grande problema emocional para um vítima de estupro ter que reviver tudo isso. Minha cliente passou por muitas coisas, e se esse caso não for para frente… isso será um problema. Os detetives estão completamente satisfeitos, pois têm o suficiente para uma provável causa e mesmo assim Cy Vance – procurador de Nova York – não leva o caso para frente, e a resposta para isso é ‘Não, não vamos fazer isso'”, ela explicou, lamentando a situação.
 

Ofuxico – Noticias

Compartilhar