Perfeição é igual a sucesso: 6 crenças tóxicas que podem arruinar a vida profissional

Leia mais

Ninguém está imune a vacilos, erros e arrependimentos nesta vida. Quando falamos de trabalho, então, o sucesso absoluto é apenas questão de ponto de vista. Errar, além de humano, é necessário para progredir e conquistar novas responsabilidades, principalmente no âmbito profissional.

O que importa, de verdade, é o que fazemos com essas situações de fracasso. Quando algo dá errado, pessoas emocionalmente inteligentes conseguem controlar a voz da negatividade e buscar alternativas para corrigir o problema ou, na pior das hipóteses, começar do zero. Não é fácil, mas não é a pior coisa do mundo.

Aqueles que só sabem dar ouvidos aos pensamentos negativos, porém, se veem às voltas com uma enxurrada críticas e autodepreciação. Essa atitude é responsável por nos sugar para uma espiral de baixa autoestima, comprometendo qualquer possibilidade de recuperação. Complicado, né?

Travis Bradberry, coach e especialista em inteligência emocional, separou seis pensamentos tóxicos que podem estar acabando com a sua carreira, sem que você perceba.

Leia abaixo:

1 – Perfeição é sinônimo de sucesso

O fracasso faz parte da natureza humana, por mais duro que isso possa soar. Errar, como a gente disse ali em cima, é o que nos torna humanos e imperfeitos. Por isso, colocar a perfeição como meta de vida, acima de qualquer outra coisa, é cilada das grandes. Tal meta, inatingível, só traz remorsos, culpa e muita lamentação, já que falhamos com alguma frequência.

2 – Nosso destino está traçado

Ninguém nasce com uma linha de chegada pré-estabelecida na vida. Podemos vencer, falhar, crescer e fracassar, todos os dias, mudando constantemente o desenho de nossas vidas – e a linha de chegada, consequentemente.

O problema é que alguns acreditam que vêm ao mundo com a missão de vencer ou fracassar, como se não fosse possível mudar de rota e buscar novas alternativas. A vida tem muitas escalas de cinza, acredite, e o poder de brincar com essas cores está em nossas mãos.

3 – “Sempre” ou “Nunca”

Essas duas palavrinhas traduzem um ditado muito sábio que nossos avós costumavam dizer no passado: não cuspa no prato em que comeu, tampouco para o alto, porque ele pode voltar com tudo na sua cara. Por isso, dizer que você “nunca” fará determinado trabalho ou que “sempre” cumprirá a mesma função pode bloquear novas possibilidades e soluções para a sua carreira.

É acreditar que as mudanças, profissionais ou não, são impossíveis e que estamos fadados ao fracasso, sem nenhum controle sobre nós mesmos. A dica do especialista é fugir dessa armadilha tóxica p quanto antes!

4 – Sucesso tem a ver com a aprovação dos outros

Para muitos, um trabalho só é bem-feito e executado quando a aprovação alheia, da chefia ou dos colegas, vem de brinde. Não é assim que as coisas funcionam, ou deveriam funcionar. Não importa o que os outros digam, seu respeito por si mesmo e seu reconhecimento devem vir de dentro, não dos tapinhas nas costas.

É possível, portanto, fazer um trabalho excelente sem que ninguém diga nada a respeito. Tenha isso em mente.

5 – Meu passado é o meu futuro

A história de cada um de nós é repleta de exemplos de sucesso e fracasso. É claro que, em fases mais complicadas da vida, nossa autoestima pode estar no chão. O segredo de pessoas com inteligência emocional, porém, é saber se desvencilhar dos erros do passado, encarando os fracassos como uma possibilidade para se reerguer e conquistar coisas legais.

Afinal, só fracassa quem tenta e aceitar enfrentar alguns riscos, certo?

6 – Minhas emoções são a realidade

É preciso olhar para as emoções e saber separar o que é real e o que é coisa apenas da nossa cabeça. Do contrário, sempre daremos voz e autoridade aos pensamentos negativos, que nem sempre têm um fundo de verdade. Esse é o caminho para liberar e estimular todo o seu potencial.

Virgula

Compartilhar