Pressão popular força recuo do governo romeno, que cancela decreto que favorecia corruptos

Conforme o G1, o governo romeno vai cancelar neste domingo (5) um decreto recente que pretendia descriminalizar vários delitos de corrupção. A declaração falando do cancelamento foi dada neste sábado (4) pelo primeiro ministro Sorin Grideanu.

Neste sábado, mais de 140 mil manifestantes fizeram um baita protesto contra a lei em um local próximo ao escritório do primeiro ministro.

“Nós iremos realizar uma reunião extraordinária no domingo para revogar o decreto, afastá-lo, cancelá-lo…vocês entenderam, e achar um meio legal de assegurar que ele não terá efeitos”, afirmou Grindeanu, na TV.

A lei previa descriminalizar de crimes de abuso de autoridade envolvendo somas abaixo de 48 mil dólares.

JORNALIVRE

Compartilhar