Fim da baixaria petista é comemorada por diplomatas brasileiros

O fim da era petista parece ter causado a alegria de diplomatas brasileiros mundo afora. Nos tempos de Lula e Dilma Rousseff, diplomatas eram tratados como empregados e se viam frequentemente em enrascadas, como na vez em que a Nora do ex-presidente esteve em um hotel e achou que poderia roubar as toalhas caras do local enfiando na mala, o que depois teve de ser pago com dinheiro público.

Dilma usava diplomatas, como ocorreu em Londres e Oslo, ordenando até que lhe fritassem ovos “caipiras”, que sempre levava na bagagem. Em hotéis de luxo, era frequente membros das comitivas presidenciais implicarem até com a mobília, exigindo sua troca. Sempre aos gritos, de acordo com o Diário do Poder.

JORNALIVRE

Compartilhar